Márcio Benjamin

Nascido em Natal, Márcio tem 38 anos, trabalha como advogado, formado pela UFRN e costuma apresentar-se como um escravo das letras.


Participante usual de antologias de terror (Noctâmbulos, Caminhos do Medo, pela Editora Andross), também já fez muita gente rir com suas peças de teatro. Tenta tornar público seus contos no site www.umanjopornografico.blogspot.com.


"Maldito Sertão" foi o seu primeiro livro, de contos. Lançado em 2012 pela Editora Jovens Escribas, foi considerado um dos melhores de 2012 e 2013 pelo Troféu Cultura Potiguar, foi quadrinizado pelo coletivo Quadro 9. Em 2016, lançou seu primeiro romance, "Fome", o qual foi finalista do Prêmio da Biblioteca Nacional como Romance Infantojuvenil. No mesmo ano, foi convidado pela Universidade de Sorbonne, para expor seu trabalho em Paris e participar do Salão do Livro na capital francesa.


Em 2017, participou da coletânea “Literatura Brasilis – Una Colección Potiguar”, com a versão bilíngue (português/espanhol) do seu conto “Casa de Fazenda”, tendo sido o livro lançado na Feira do livro de Havana


Em 2018 foi convidado pelo SESC-RN para ser o autor representante do Rio Grande do Norte a divulgar a literatura potiguar pelo Brasil, através do projeto Arte da Palavra, por meio do qual está visitando vários estados do Brasil. Atualmente trabalha no seu novo livro de contos, “Agouro”, que será lançado em 2019.